O mundo é dos escorpiões

12 mar • Caso do DiaNenhum comentário em O mundo é dos escorpiões

mundo do escorpião na coluna do Fernando Albrecht

       Talvez nenhum caso recente seja tão ilustrativo desse mundo louco como o caso do sequestro de um helicóptero. Criminosos sequestraram o helicóptero em Penha (SC) se passando por clientes que gostariam de locar um voo para ver terras particulares em Joinville. O valor do aluguel, de R$ 3,1 mil, foi pago em dinheiro.

      A missão era resgatar um apenado do presídio de Joinville. Mas algo deu errado, e o helicóptero caiu matando piloto, ajudante e um dos criminosos. Um terceiro sobreviveu. Pelos relatos e gravações das conversas, a Polícia concluiu que, em pleno ar, houve desacerto entre os dois criminosos o que resultou em tiroteio dentro do aparelho, que acabou caindo.

        Tem que ter uma mente absurdamente idiota para desconhecer que dar tiros em pleno ar podia causar a queda da aeronave de asas rotativas. E como aquela antiga piada do escorpião que pica o sapo que lhe deu carona para atravessar o rio e o ferra quando estavam no meio da travessia. Ambos morreram. É a lógica do escorpião.

         E estamos cheios de escorpiões em todas as atividades do ser humano, todas.

         Foto: Freepik

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »