O meu nenê

20 fev • NotasNenhum comentário em O meu nenê

Como passo todo santo dia por um desses carros-fortes da Brinks e quejandos, pensei em contratá-los para levar meu humilde, mas sincero companheiro até o prédio ondes as gurias têm a loja, mas desisti. Vou pagar mais caro pelo frete do que um iPad novo. E duvido que sejam tão bons como o meu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »