O meio  

23 jun • NotasNenhum comentário em O meio  

 Vou pular dois mil anos para chegar nos pratos atuais, pratos elaborados por estetas da cozinha, que não necessariamente são gostosos. Isso é o de menos, eles precisam ser é bonitos. A etiqueta recomenda que, à primeira garfada os comensais façam óóós de admiração e falem ai que delícia, exclamação que foi usada pela primeira vez quando uma madame estendeu o pé debaixo da mesa e o encostou entre as virilhas do cavalheiro em frente. É uma expressão tão rica que, mesmo quando a madame não ache deliciosa as partes pudendas dos cavalheiro, ela a profere para estimular o parceiro. Sempre funciona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »