O fim dos mecânicos

28 dez • Caso do DiaNenhum comentário em O fim dos mecânicos

Já observaram como diminui o espaço das oficinas das revendas de automóveis? Antes da aceleração do boom tecnológico, a partir da segunda metade dos anos 1990, as oficinas eram muito maiores. Começou com o fim do carburador e não parou mais. O resultado é que os motores dos automóveis mais novos dificilmente apresentam problemas ao contrário dos antigamentes. O que dá problema hoje é a eletrônica, esta sim poder dar dor de cabeça. E, claro, consertos resultantes de batidas ou colisões.

As oficinas mecânicas tendem a desaparecer ou sofrer redução drástica nos próximos cinco ou dez anos, devido à tecnologia cada vez mais aprimorada e à impressão de peças e até do carro inteiro pela impressão 3D, que já é uma realidade.

Há tempos tinha convicção da primeira. A impressão de carros ou peças 3D foi objeto de matéria no jornal Valor Econômico de ontem. Imaginem a cena. Você vai numa “gráfica” e sai de lá com peças novas e até de um carro zero em questão de horas.

Quer dizer que o mecânico clássico, que você preservava como os antigos médicos de família, este está em acelerada extinção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »