O caso do quindim II

21 dez • NotasNenhum comentário em O caso do quindim II

Levei o quitute  para casa para saboreá-lo após o jantar. Mal pude esperar a hora da sobremesa. Justo quando ia desembrulhar a armação de plástico transparente que o envolvia, tive que atender o telefone. Foi uma conversa longa. Quando voltei à mesa, cadê o quindim? Tinha sumido, ora vejam só. Como ainda não inventaram sobremesa que caminha, fiz um rápido interrogatório e descobri que a presidente da Fundação Fernando Albrecht o tinha levado para lugar incerto e não sabido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »