O carioca

19 jul • A Vida como ela foiNenhum comentário em O carioca

Uruguaianense de nascimento, João Nadir fala até hoje fluentemente o português com sotaque da cidade natal – é sutil, mas cada cidade tem o seu na Fronteira Oeste – e também é fluente em espanhol. Certa tarde, o meu amigo estava na loja de vinhos da rua Padre Chagas quando entrou um carioca, que estava hospedado no apartamento de um amigo comum. O cara era bem o tipo pochto seish, camisa aberta, cordão de ouro, gestos largos e voz alta.

Sem dar chance para alguém mais falar, o carioca primeiro elogiou os gaúchos em geral e porto-alegrenses em particular, o que não era mais que sua obrigação porque não precisou se hospedar em hotel. Sempre gesticulando, mudou dos elogios para as críticas aos Hermanos.

– Se tem gente que não suporto é castelhano! Êta raça mais atrevida e chata, sem noção, sem…

E foi desfiando um rosário de defeitos. A certa altura, virou-se para o João Nadir e pediu sua opinião sobre os argentinos e uruguaios. João Nadir falou mansa, mas firmemente olhando bem nos olhos do visitante.

– Pero señor, nosostros …

O carioca não deixou ele passar de “nosotros”. Em milissegundos já tinha deixado o recinto, rosto vermelho como um sinal fechado em noite de temporal.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »