O Brasil que dá certo

6 dez • O Brasil que funcionaNenhum comentário em O Brasil que dá certo

BANCO de Desenvolvimento da América Latina (CAF) aprovou linha de crédito no valor total de US$ 70 milhões (o equivalente a R$ 293 milhões ao câmbio de hoje) para o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) promover o desenvolvimento econômico e social na região Sul do Brasil.

OS RECURSOS vão incrementar a produtividade empresarial, fortalecer a inovação, melhorar a inclusão financeira e a infraestrutura econômica e social, assim como a eficiência energética e o agronegócio nos três estados do Sul. Todas as operações financiadas por essa linha do BRDE devem estar vinculadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Projetos e programas de infraestrutura, mobilidade e resiliência climática estão entre os focos prioritários dos investimentos.

SEGUNDO o vice-presidente do BRDE, Luiz Corrêa Noronha, que esteve à frente das negociações, “o principal diferencial dessa linha de crédito é a flexibilidade”. Ele destaca também o caráter inovador da operação que a CAF está inaugurando com o BRDE: “É um sistema rotativo, isto é, à medida que emprestamos aos nossos clientes, a CAF repõe os recursos na mesma proporção”, explica Noronha. “Os empréstimos aprovados no Brasil ratificam a aposta da CAF em um desenvolvimento econômico e social que fortaleça a competitividade e o bem-estar dos cidadãos em todas as regiões do país”, afirmou Luis Carranza, presidente executivo da CAF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »