O afundamento do Ariosto

29 mar • A Vida como ela foiNenhum comentário em O afundamento do Ariosto

 O ex-deputado e ex-secretário do Estado Ariosto Jaeger sempre contava como ficou impressionado com a memória e o conhecimento que o ex-presidente Jânio Quadros tinha das cidades do Rio Grande do Sul. Mesmo ele, Ariosto, que se gabava de conhecer os políticos, história e demandas dos municípios, confessava que o candidato da vassoura era imbatível.

 Foi com esse espírito que Ariosto percorreu o interior do RS na campanha presidencial de 1960. O lado bom era que ele não precisava assoprar dados para Jânio nos comícios e reuniões com prefeitos e vereadores. Foi assim que deram com os costados na região de Santa Rosa, onde um grande comício estava agendado para a noite. Logo após o jantar, Ariosto sentiu que seu intestino bradava em fúria, alguma coisa fizera mal.

 O gaúcho mal e mal acompanhou os discursos de personagens locais, mas quando chegou a vez de Jânio falar, não deu mais para aguentar. Quase em pânico, saiu do palanque e, a duras penas, achou uma casinha no terreno ao lado. Com o som amplificado pelos alto-falantes, ouvia o discurso do candidato, e, em determinado momento, Jânio falou que Ariosto Jaeger estava aí para comprovar o que dizia. Virou para o lado e nada do Ariosto. Agoniado e sentado no assento do enjambrado sanitário, tentou voltar  ao comício, mas neste momento a Lei de Murphy falou mais alto.

 Ao tentar se levantar, a improvisada armação implodiu. Junto com o Ariosto.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »