Notas

28 mar • NotasNenhum comentário em Notas

Caravana

A caravana Lula, do jeito que vai a carruagem, está mais para uma ópera bufa do que para uma missão política, com direito a xingamentos recíprocos dos pró e dos contra o ex-presidente.

Fato

Vamos falar francamente. Deixando todo o juridiquês fora, o que aconteceu no Supremo foi que, para aliviar um, soltarão trocentos.

Plano B

O plano B que o PT tinha chama-se Jacques Vagner, ex –governador da Bahia . Como ele está mais enrolado que fumo em corda na Lava-Jato, está mais para plano Z.

Aposta

Boto umas fichas na candidatura Lula por fora  mesmo que ele já seja ficha suja e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não homologue a sua candidatura. Esse pode ser, aí sim, o plano B do PT. Eleger o coitadinho.

Conspiração

lula-filme      Eles disseram la atrás que a CIA, o FMI e o FBI faziam uma grande conspiração contra O Filho do Brasil, do ano de 2010, quando as rosas lulistas nem espinhos tinham, e a plantação de pepinos só ocorria na horta do vizinho. Acho que ainda falta alguém nessa lista. O Paris Saint-Germain, a Yakuza – a máfia japonesa; os antigos encolhedores de cabeças, de Papua Nova Guiné; e as fábricas de chicletes. Besteira por besteira, eu boto as minhas.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »