Nem doce, nem rio 

23 nov • NotasNenhum comentário em Nem doce, nem rio 

   A grande verdade é que a imprensa brasileira se deu conta tarde demais sobre o colossal impacto ambiental do rompimento das barragens no Rio Doce. É a velha história, as primeiras fotos só mostravam o que parecia apenas ser um barral, não se sabia da importância do Rio Doce, que não é tão conhecido como o Rio de Janeiro. Infelizmente, nós jornalistas operamos por controle remoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »