Máximas do Rajá 

4 mar • NotasNenhum comentário em Máximas do Rajá 

Lembrei ontem do meu colega Vadoar Trindade Teixeira, que nos deixou em outubro do ano passado. Era da turma de Livramento que chegou aqui aos magotes nos anos 1960. O Rajá, esse seu nome de guerra, criou uma frase amarga sobre minha profissão: quando a gente aprende a escrever, eles nos aposentam.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »