Malandragem coreana

10 mar • A Vida como ela foiNenhum comentário em Malandragem coreana

Detalhe de uma mão masculina segurando a alça de uma mala

Diretor de uma cadeia hoteleira americana me contou essa. Ele viajou pela segunda vez para Seul no lapso de um ano. Ao chegar ao hotel onde devia hospedar-se, foi recebido calorosamente com um “bem- vindo senhor, que bom tê-lo novamente no nosso hotel”.

Duvidando de que o recepcionista tivesse tão boa memória e surpreendido pela recepção, propôs-se que, no seu retorno a New York, imporia igual sistema de tratamento ao cliente na cadeia hoteleira que administrava. No seu regresso, convocou e reuniu todos os seus gerentes pedindo-lhes para desenvolver uma estratégia para tal pretensão.

Os gerentes decidiram implementar um software de reconhecimento de rostos, base de dados atualizada dia a dia, câmaras especiais, com um tempo de resposta em micro segundos, assim como a pertinente formação dos empregados etc, cujo custo aproximado seria de US$ 2,55 milhões. O gerente-geral descartou a ideia devido aos elevados custos.

Meses depois, na sua terceira viagem a Seul, tendo sido recebido da mesma maneira, ofereceu uma boa gratificação ao recepcionista para que lhe revelasse como o faziam. O recepcionista abriu o jogo.

– Repare senhor, aqui temos um acordo com os taxistas do aeroporto.

Durante o trajeto eles perguntam ao passageiro se já antes se hospedou neste hotel e, se a resposta é afirmativa, eles, à chegada ao hotel, depositam as malas do hóspede do lado direito do balcão de atendimento. Se o cliente chega pela primeira vez, as suas malas são colocadas do lado esquerdo. O taxista é gratificado pelo seu trabalho.

Bem espertinhos, esses coreanos.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »