Luz de galpão

4 dez • NotasNenhum comentário em Luz de galpão

 O título da primeira nota, luz, mais luz (licht, mehr lich!), foram as últimas palavras de Johann Wolfgang von Goethe. Fico fascinado com as últimas palavras de gente famosa. Talvez algumas sejam lendas urbanas. Ou lendas fúnebres. A frase de Goethe é fascinante, mas fico pensando se fossem as últimas palavras de um peão de estância, talvez ele gritasse “Cadê o raio do lampião?”.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »