Loucuras, milhares delas

8 jan • Caso do DiaNenhum comentário em Loucuras, milhares delas

 Sei perfeitamente que um bocado de gente concorda com a lei absurda da Câmara de Vereadores de São Paulo, que aprovou a proibição de consumo de carne vermelha nas segundas-feiras nas repartições pública paulistanas, mas acho esse diploma legal um perigo só. Nós chegamos ao ponto de deixar a Santa Inquisição brincadeira de criança com essas proibições de comida, de usos e costumes. São tentáculos desse polvo chamado politicamente correto.

 Uma coisa é desaconselhar refrigerantes ou consumo excessivo de açúcar e sal, principalmente por crianças, mas PROIBIR por lei nem Torquemada se atreveria. E se deixarem, esses malucos vão longe, e para fazer média com o eleitor, o restante dos edis ou deputados votam a favor. É uma política fascista esse exagero de proibições. Nessa toada, algum dia, um vereador que não gosta de espinafre vai fazer lei proibindo o seu consumo.

 Vou procurar o vereador em que votei. Não gosto de tomate seco e rúcula, ainda mais na pizza. Então vou sugerir uma lei que proíba o uso destes dois ingredientes em qualquer tipo de comida. Vou mais longe, erradiquem o espinafre e prendam quem deixa o tomate ficar seco, onde já se viu?

 Começa assim.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »