Loucuras de Natal

4 dez • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Loucuras de Natal

zumbi parece o povo indo para os shoppings

Não precisa nem chegar perto deles que o vírus ataca todo o sistema imunológico da população. Tipo aqueles zumbis dos filmes, com a única diferença é que zumbi de filme caminha devagar. É uma insanidade. O trânsito é uma loucura. Todo esse povaréu indo para shoppings comprar antes que a turba tenha a mesma ideia, mas qual o quê. A turba teve a mesma ideia.

Houve época, quando eu ainda conseguia tirar uma ou duas semanas de férias em dezembro, exatamente para fugir da loucura. Acho que a ideia pegou geral. E sempre vem o paradoxo das férias, com o povo saindo da cidade que começa a esvaziar para ir à praia que começa a encher.

Imagem: " target="_blank">Freepik

O SACO NATALINO

Sempre tive a impressão que o saco que o Papai Noel não é para guardar presentes, mas que é o dele. Imagina aguentar o calorão vestido daquele jeito.

A FIM DA CASINHA

Imagem: web

Imagem: web

O governo Bolsonaro anunciou ontem o maior programa de saneamento básico da história brasileira. Vai atingir paulatinamente cerca de 20 milhões de pessoas do meio rural em todo o espectro de um dos nossos maiores pecados mortais, o saneamento básico, falta de rede de esgotos e, consequentemente, todas as doenças decorrentes.

Ninguém fez um recenseamento para saber quantas casinhas e fossas cloacais existem no Brasil. O “recurso”, como diz o povo, contaminou e ainda contamina lençóis freáticos de norte a sul. E dejetos da “patente” tem o mesmo fim – quer dizer, início da contaminação.

 DEU NO SITE

Deu no site Espaço Vital: a ex-presidente Dilma Rousseff está requerendo junto à Comissão de Anistia uma indenização de R$ 11 mil mensais por torturas sofridas quando esteve presa durante o regime militar.

 HARAQUIRI

Achei engraçado o deputado federal gaúcho Bibo Nunes dizer que o gancho de 1 ano que levou da direção do PSL é pouco, que “merece” pelo menos 3 anos. O perigo é os caciques do partido acharem que é uma boa ideia.

 O PIBE…

A economia cresceu 0,6% no último trimestre, o que permite prever um PIB – o “pibe”, como diz um deputado famoso – de 1% com tendência de alta. Claro que a turma do não sempre dirá que é pouco. Considerando a base de cálculo, não é pouco. Afinal, sair de um buraco de três metros para chegar a poucos centímetros acima da borda é uma façanha.

…E O BIPE

O causo foi o seguinte: há anos, um deputado gaúcho subiu na tribuna para homenagear o aniversário do Jornal do Comércio. No discurso, repetia que primeiro lia o poderoso rotativo para saber se o “bipe” ia subir ou cair. Foram pelo menos três bipes.

PEQUENOS ASSASSINATOS

O jornal Metro vai parar de circular diariamente em Porto Alegre. A última edição será dia 20. Foi um acerto gráfico da Bandeirantes em fazer parceria com o grupo sueco, especializado na distribuição de jornais gratuitos. O custo editorial era muito baixo. Aqui, a redação do Metro na Band tinha três pessoas no início. A causa mortis foi redução de anúncios na mídia impressa.

INJEÇÃO NA TESTA

A distribuição do Metro nas esquinas de Porto Alegre faz – fazia – parte da paisagem. Eu sempre achei interessante como os motoristas pegam todo e qualquer panfleto comercial que é distribuído nas sinaleiras. Todos estão carecas de saber que não é dinheiro, bilhete premiado ou algum produto grátis, mas mesmo assim pegam. Porque é de graça. De graça até injeção na testa, como diz o povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »