Júlio, o sincero

2 out • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Júlio, o sincero

Júlio Flores é o único candidato que diz com todas as letras que o seu PSTU quer expropriar bancos, empresas privadas, terras e tudo mais que norteou o falecido comunismo, hoje com muitas viúvas não assumidas. Querem a mesma coisa que o PSTU de Flores, em grande parte, mas não abrem o jogo. É a esquerda sub reptícia.

Os manhosos

A primeira coisa para entender a esquerda brasileira é lembrar que essa viuvez existe, e que o guru do PT desde 1993 é o italiano Antonio Gramsci, o que inventou a revolução de baixo para cima, depois de ver o fracasso dos líderes da revolução russa em impor o comunismo de cima para baixo na marra. Daí que criam ou entram em movimentos como sem-teto, sem-terra, sem nada e outros. E nisso são muito bons. Mas insinceros quanto ao objetivo final.

Há sinceridade nisso?

Na falta dessa sinceridade, usam e abusam do penduricalho “democracia”. A Alemanha Oriental também tinha o nome de República Democrática Alemã, e de democracia ela não tinha nada. Mas estabeleceu o comunismo na marra. E na força policial. Em cada quatro alemães orientais um trabalhava para a Stasi, oficialmente Ministério da Segurança do Estado. Cada regime fechado tem sua Stasi, sua KGB ou sua Gestapo.

Fim de papo

O que quero dizer é que estou de saco cheio de ouvir e ler arengas se dizentes democráticas e a favor da iniciativa privada, mas cobrando mais impostos dos ricos quando por baixo desse casulo está é um programa que quer o mesmo que o Júlio Flores. Só que mentem. O Júlio não mente.

Nova parceria

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) assinou contrato com o Banco Europeu de Investimentos (BEI) para captação de até 80 milhões de euros para financiar projetos com foco em energia renovável, eficiência energética e mobilidade urbana no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

É a segunda parceria internacional do BRDE firmada em 2018. Em março deste ano, o Banco contratou 50 milhões de euros com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) para crédito a projetos que se enquadram no programa BRDE PCS – Produção e Consumo Sustentáveis.

O primeiro campeão

Hoje faz 100 anos que o Esporte Clube Cruzeiro de Porto Alegre ganhou o primeiro campeonato de futebol realizado na Capital gaúcha, em 1918. O jornalista e radialista Ernani De Lorenzi Campelo revelou a escalação do que depois viria a ser o Leão da Montanha. Observem a terminologia. A equipe tinha como goal-keeper Cicero Barreto; backs, Raphael M. Barreto e Osorio Magalhães; halfs, Ernesto Lassance, Pyndaro Godinho e Paulo Raymundo; forwards, Celestino Prunes, Annibal Candiota, Léo Pinto, Januario Franco e Oscar Fontoura”.

Gripe Espanhola

Mas, durante 57 dias, setembro e outubro, Porto Alegre sofreu com a terrível epidemia da Influenza Hespanhola (Gripe Espanhola), com 1.316 óbitos na Capital atribuídos à epidemia. Presume-se que pelo menos metade da população da cidade tenha sido atacada pela doença. Por isso, em outubro de 1918, jogos de futebol foram cancelados José e o Porto Alegre, time que encerrou as atividades depois.

De onde veio

A origem exata da epidemia não pôde ser estabelecida com total certeza. Sabe-se que os primeiros casos detectados foram de soldados americanos no Kansas, no centro dos Estados Unidos, em março de 1918. Com a I Grande Guerra, o vírus – adivinha qual era? O nosso H1N1 – se disseminou nas trincheiras. Em dois anos matou 50 milhões no mundo, equivalente hoje a 200 milhões – na época a população mundial era de 1.843 bilhão.

Por falar em doença

Os pesquisadores James P. Allison, dos EUA, e Tasuku Honjo, do Japão, foram laureados com o prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia pela descoberta de uma terapia contra câncer por inibição da regulação imunológica negativa. Nem sempre se procurou drogas que combatessem o crescimento descontrolado das cédulas, mas sim a busca do reforço do sistema imunológico para a cura ou para a prevenção. É por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »