João, o Salvador

29 jun • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em João, o Salvador

Maguari stork Coconia maguari

Mas não é qualquer João, é a ave conhecida como João-Grande, que salvou a pátria da Fronteira Oeste e alegretense em particular. O causo como o causo foi deu-se em meados dos anos 1970. Lá por fevereiro, houve uma invasão de gafanhotos que deu medo em toda a região. Esse bicho come tudo que é verde ou pretende ser. É uma praga bíblica.

MK-0030-20---Banner-Meios-de-Pagamento---600x90

 Gafanhotos, como vocês sabem, vêm da África trazidos pelas correntes de jato, as jetstreams, que atingem mais de 200 km/h e também dão carona a aviões comerciais, reduzindo o tempo da viagem e economizando combustível barbaridade.

OS AFOGADOS

Bueno. A princípio parecia que tudo estava perdido, porque a nuvem realmente assustava. Por coincidência eu estava lá. O perigo maior é que eles põem ovos no solo que eclodem na primavera. Por sorte ou bênção, apareceram esquadrilhas de João-Grande, que adoram comer gafanhotos. E como são grandes, devoram dúzias desses insetos em pouco tempo. Para completar, choveu um monte na primavera, “afogando” os gafanhotinhos, terminando com a segunda onda.

do dia 26 até dia 3/7

A FALTA QUE ELAS FAZEM

O governador paulista João Dória autorizou a abertura dos bares e restaurantes. Em Porto Alegre, tudo indica que vamos ficar semanas nessa ronha. A culpa? Não tem UTI que chegue.

A SERVENTIA DA ORELHA…

…não se resume a ser pavilhão auricular ou para pendurar máscara. Também serve para alojar pulga. A minha está lá porque desconfio desse recuo do prefeito Marchezan Jr. Em fechar tudo de novo, quando recém tinha aberto. Pode ser que ele tenha levado um chega pra lá de autoridade superior. No Brasil de hoje, governo não é mais autoridade superior. Quem é, então, que manda no pedaço? O Judiciário e o MP.

Como em qualquer atividade humana, não convém ao povo saber da parte submersa do iceberg, 90% do volume total. É como programa de rádio. A parte mais interessante acontece  durante o brake comercial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »