Invadir e ocupar

3 nov • Caso do DiaNenhum comentário em Invadir e ocupar

  A China tem investido pesado em país sul-americanos, em especial Argentina, Uruguai, Bolívia entre outros. São investimentos que vão além do investimento puro e simples, são investimentos geopolíticos.

  O Brasil também está na lista, é claro. Mas, de alguns tempos para cá, eles vêm com mais apetite. Há informações que fazem ofertas por cimenteira e agora se dispõem a investir em energia, eólica inclusive. Com o dólar em altura bíblica – Hosana nas Alturas ! – é barato investir no Brasil e melhor ainda exportar.

  Além dos chineses, os russos também estão chegando. O poderoso grupo LetterOne quer injetar US$ 4 bilhões na fusão da Oi com a TIM. Já não se fazem mais comunistas como antigamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »