Filme de terror

2 jul • Caso do Dia, Notas2 comentários em Filme de terror

A cada episódio traumático é essa a expressão usada pelos personagens para resumir o trauma, como foi o caso de gente que quase morreu com o ciclone que se abateu no Rio Grande do Sul. Então por que gostam tanto de ver filmes de terror? Ninguém gosta de ver sangue, menos quando ele jorra das telas.

do dia 26 até dia 3/7

O RATO DO BEM

Mesma coisa com o Tom e Jerry. As mulheres, principalmente, têm pavor de ratos e sobem as paredes quando enxergam um, mas nos desenhos animados torcem pelo rato Jerry. Gostam de gatos, mas querem que ele se estrepe na ficção. O que leva a esse paradoxo, o Dr. Jeckyll e Mr Hide que está em cada um de nós?

Nada mais normal em um país onde “pois sim” quer dizer “não” e “pois não” significa não.

O MINISTRO DA NEVE

Tão rápido como apareceu na mídia, o ex-quase ministro Carlos Alberto Decotelli sumiu do noticiário. Tão rápido quanto neve gaúcha. Se ele tivesse colocado no cabeçalho do seu currículo #odeioBolsonaro não teria passado esse vexame todo.

SEM NOVIDADE

Tenho escrito que nós usamos sem propriedade a palavra “crise” para qualquer turbulência, exceção desta pandemia. É crise para tudo quanto é lado. Como meu pai contava sobre a Alemanha de 1920, ano em que veio para o Brasil, crise é quando se precisa comer cozido de carne podre de cavalo morto nas ruas, e se ferve sola de sapato com fogo alimentado por pneu usado para extrair algumas gramas de proteína.

MK-0030-20---Banner-Meios-de-Pagamento---600x90

TUDO TÃO ANORMAL

Quando eu cursava Jornalismo, anos 1960, havia um intelectual soturno sempre acompanhado de uma amiga igualmente soturna, sempre de preto, nem riam, tudo era dark inclusive filme a cores. Não se usava o termo depressão para ilustrar o quanto se estava mal, dizia-se que estava em “crise” – estão vendo como essa senhora é antiguinha? Mais tarde veio “deprê”. Pois bem. Certa manhã, quando a dupla saía do bar do Centro Acadêmico, perguntei como ela estava.

– Muito mal. Acordei bem.

Por tudo isso, mais pelo fato das crises que o Brasil viveu em todo o século XX, declaro que crise é quando o pais vive a normalidade.

DEPOIS DA PANDEMIA…

…vem o estresse pós-traumático.

O FUTURO DOS  ESPECIALISTAS

Quando aparecer vacina eficiente contra o Nojentinho, o que vão fazer os milhares de especialistas e consultores de assuntos correlatos à pandemia? Eis a questão. Será a segunda onda do desemprego.

SELEÇÃO

O Poder Judiciário abre processo seletivo para estagiários do nível superior. O edital terá publicação na quinta-feira, dia 2/7, no Diário da Justiça Eletrônico, e estará disponível na página de estágios no site do TJRS. Acesse pelo link: bit.ly/EstágiosTJRS<https://tjrs.jus.br/site/imprensa/noticias/bit.ly/EstágiosTJRS>. As inscrições vão de 6 a 10/7, e a prova on line está prevista para acontecer em 21/7.

2 Responses to Filme de terror

  1. Arnaldo francisco Renz Júnior disse:

    Teu blog está cada vez melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »