Falta de respeito

28 fev • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Falta de respeito

quintana

Mas onde está a famosa hospitalidade gaúcha? O poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade espera há anos que o seu colega gaúcho Mário Quintana lhe diga que ele pode sentar no banco da Praça da Alfândega, em Porto Alegre. Fica aí trovando e o mineiro de pé. Deve estar cansado. Ou Quintana está fazendo o famoso olho branco ou não caiu a ficha.

MATOU A PAU

Mário Quintana tem uma obra poética vasta e uma montanha de frases bem-apanhadas. No meu entender, a melhor delas deveria estar em um quadro na entrada das salas de aulas dos colégios e das universidades: Tudo é natural, inclusive o sobrenatural.

Print

OQUEQUEÉISSO?

Mas o que é isso? É uma barbaridade o que está acontecendo. O coronavírus não é tudo isso que estão pintando, a começar pela taxa de mortalidade. Depois dessa, a gente entende que é relativamente fácil construir uma histeria global.

MANUAL DO PÂNICO

Você está no cinema ou no ônibus e o cara do banco oposto espirra. Pronto, o medo se instala. Uma parte dos passageiros não vai dormir de note, preocupada com a possibilidade de ter pego o vírus. Outra parte sai do terminal direto para uma farmácia e, quando os casos se multiplicarem, direto para o hospital.

PARANOIA VERTICAL

Agora imagine alguém espirrar em um elevador lotado. Vai ter muita gente subindo e descendo as escadas em vez de usá-los.

DIRETO DA NATUREZA

Vírus têm assustado a humanidade nos últimos 30 anos além da conta, mas não têm origem no Ocidente poluído. Vem do meio do mato, seja da África, seja da China ou países do Sudeste Asiático. Na realidade, os animais e insetos que esses povos comem são os vetores. Não culpem os defensivos agrícolas desta vez, eles vêm da natureza mesmo. O pânico, porém, não foi importado. Pânico é coisa da civilização ocidental e cristã.

ESTADOS GRIPAIS

O inverno está chegando ao fim no Hemisfério Norte, condição que sempre favorece estados gripais. Em compensação, boa parte do Brasil se prepara para a entrada do frio e dos resfriados.

SE…

Se eu tivesse um dinheirinho sobrando esperaria terminar a semana para, em algum dia, da próxima, garimpar algumas ações que ficaram baratas com as quedas recentes.

ATÉ QUE DEMOROU

Nas regiões de colonização alemã, o coronavírus passou a ser chamado de colonavírus.

OS MAROTOS

Com todos os canhões midiáticos assestados no Covid-19, convém ficar de olho na Câmara dos Deputados. Suas excelências gostam de aproveitar situações como estas para criar benesses e acelerar a aprovação de leis marotas.

PENSAMENTO DO DIAS

Não confunda o coronavírus com o vírus dos coroas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »