Especialistas em crise

29 jun • Caso do DiaNenhum comentário em Especialistas em crise

Quando se consumou o Brexit, previa-se sexta-feira negra, segunda-feira negra, ninguém sabia o que aconteceria na economia e bancos, mas ontem tudo esteve calmo – provisoriamente. Certamente o pré-pânico europeu deveu-se porque eles não têm, como nós, sobressaltos diários. É de vez em quando que por lá a onça vai beber água, no resto é uma monotonia só. Até crise por lá é agendada. O pânico e temor de quebradeira teria sido consequência da pouca prática dos europeus.

Imagine se um país europeu tivesse não só uma recessão como também uma crise institucional há meses e meses como a nossa. Bom, eles lá tiveram a Bósnia, é verdade, admito. Crise institucional em termos acontece na Espanha, onde nenhum partido tem maioria e não conseguem formar o gabinete. Mas a vida continua, o funcionalismo público funciona porque lá não existe essa contaminação partidário-ideológica como aqui.

Nos anos de hiperinflação brasileiro, de até 2.400% ao ano, executivos brasileiros eram admirados no exterior porque conseguiam corrigir o rumo da nau diariamente, até. Lá, como me disse um executivo alemão, as empresas fazem seus planos em dezembro e depois tudo vai no piloto automático com algumas correções na rota. Aqui é no sufoco.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »