Encerramento

16 jul • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Encerramento

Jornadas Porto Alegre (3) (2)

Porto Alegre fechou, sexta à tarde, o ciclo das Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho no Rio Grande do Sul. O evento, que lotou o auditório do Hotel Sheraton, marcou um ano da Lei Nº 13.467, também conhecida como nova lei trabalhista. A próxima capital a receber as Jornadas será Curitiba, no dia 3 de agosto.

Ainda é cedo

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Ronaldo da Fonseca, declarou que todos os cuidados foram tomados para proteger o trabalhador e garantir seus direitos. E mais, é preciso tempo para que a nova lei seja polida: “É uma reforma de apenas um ano e muitas críticas vieram, sendo todas bem-vindas. São muito importantes estas Jornadas; a discussão é importante ao Brasil”, concluiu Fonseca.

Convite

Emocionado, o idealizador da modernização trabalhista e deputado federal Ronaldo Nogueira conclamou: “Quero chamar todos para lutar contra o grande inimigo que é o desemprego. Sem emprego, não há salário, todos têm que estar sintonizados. A lei possibilitou um ambiente seguro para essas mudanças. Custe o que custar, o Brasil vai dar certo”.

Engajamento

Um detalhe notável da reunião-almoço foi a presença de autoridades em geral, de presidentes de entidades empresariais, dos próprios empresários e de CEOs de empresas, além de pessoas comuns interessadas na dissecação do diploma legal. Todos os palestrantes, em especial o deputado Robaldo Nogueira, foram muito aplaudidos.

Brasil sindical

Fiquei sabendo que o Brasil tem 17 mil sindicatos e 14 centrais sindicais. Na sua explanação, Nogueira salientou que ele procurou as seis maiores, e que acordou em primeiro lugar pontos sem discussão.

Realmente, no Brasil sempre se discutiu em primeiro lugar os pontos polêmicos para depois os traços de união.

Lisboa e eu

lisboa e eu

Cá estou eu com o jornalista Edgar Lisboa, também colunista do Jornal do Comércio. Repórter Brasília manda os bastidores e informações mais calientes da Capital Federal. Não é fácil lidar com estrelas, astros, cometas, asteróides e Objetos Voadores Não Identificados. Lisboa tem larga carreira em veículos gaúchos.

Intervalo do espanto

As autoridades aeronáuticas estão investigando como foi possível um jato da Air China despencar 6 mil metros em voo para Hong Kong. A empresa é uma das maiores do país. Primeira descoberta: o avião despressurizou porque os pilotos estavam…fumando. A investigação não revelou que fumo era, se aqueles que estás pensando ou aquele que só dá câncer.

Jornal do Comércio

Leia e assine o JC clicando aqui.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »