…e o churrasquinho de ofício

4 nov • NotasNenhum comentário em …e o churrasquinho de ofício

 Luiz Odilon esqueceu de mencionar que, antes do churrasquinho de cobra, nas bandas do Guassu-Boi no Alegrete, não se come mel, come-se o favo inteiro, de preferência, com as abelhas. A digestão é um pouco complicada. Vai ver foi de lá que surgiu a expressão “fazendo cera”. Na saída.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »