Diário da peste

2 abr • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Diário da peste

jovens usando máscaras e álcool gel para evitar a disseminação da peste do coronavírus covid-19

TUDO mudou em 24 horas além do número de casos e mortes. A confusão dobrou. O governo nos três níveis abre agendas e protocolos também em três níveis. Agora imagina o que se passa na cabeça da população. O pior de tudo é que acreditam em todas as baboseiras e vídeos nas redes sociais. Sempre repito que 99% são falsos e alarmistas. Mas não tem como mudar isso. Um país em que seu povo é essencialmente mal informado e com déficit monstruoso de conhecimento só podia dar nisso.

MINHA filha Fabíola conversa diariamente com epidemiologistas nacionais e estrangeiros, alguns acham que é inevitável que o vírus se alastre podendo atingir 50% da população mundial, mas que esse fator, de contágio em massa vai gerar um coronavírus adaptado para o ser humano. Em outras palavras, vai enfraquecer, embora não seja o termo correto. Certo, mas no processo vai morrer mais gente.

600x90

O QUE não pode é enfatizar o número absoluto de mortes de cada país para dizer que os EUA tem mais mortes que a Itáiia, por exemplo. Comparação besta. A Itália tem até agora, 206 mortos por milhão de habitantes, maior até do que a China, que teve 3,3 por milhão. No Brasil, a bronca está recém começando, mas por enquanto a conta é 1,1 mortes por milhão. Sublinho: recém começando.

CONHECIDO como o filósofo do futebol nos anos 1960, o carioca Neném Prancha disse que o pênalti é algo tão importante que deveria ser batido pelo presidente do clube. Já eu acho que a manchete do jornal deveria ser escrita pelo dono. E em certos casos, até o título das matérias internas. Duvido que dono de jornal se dê conta disso. Pelo menos a maioria.

SABEMOS que urubu, quando está de azar, o que voa embaixo faz cocô no que está acima dele. Pois a internet está começando a parar. Alunos de universidades com cursos EAD já não conseguem mais abrir as matérias. O uso dela deve ter duplicado, no  mínimo. É como uma rodovia já bastante complicada ter 10 vezes mais carros de uma hora para outra.

NOS PRÓXIMOS três meses, o Sebrae vai destinar 50% da sua arrecadação (no mínimo), para ampliar o crédito aos pequenos negócios. Os recursos vão fortalecer o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe) e permitir um aumento nas operações de microcrédito com taxas mais baixas, maior prazo e melhor período de carência. A operação de socorro deve começar com R$ 1 bilhão em garantias, o que permitirá a concessão de aproximadamente R$ 12 bilhões em crédito para pequenos negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »