Da horta da Luzia (*)

29 jan • NotasNenhum comentário em Da horta da Luzia (*)

De um sabonete com nome esquisito que era usado em décadas passadas, o Vale Quanto Pesa. Era maior que os outros e a forma era elíptica.

(*) do fundo do baú

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »