Curta o dia

11 jul • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Curta o dia

Fernando Albrecht em foto de João Mattos

Na bicicletinha, que me acompanha na foto acima, o arame forma a expressão Carpe diem, que todos nós sabemos e conhecemos, curta o dia, no popular. Na realidade, é apenas parte e, por questões de economia de arame usadas na sua confecção, não deu para engatar toda a frase, que é “Carpe diem quam minimum credula postero”. “Aproveite o dia e confie o mínimo possível no amanhã”. A frase foi escrita por Horácio Flaco (65 a.C.- 8 a.C.), poeta e filósofo da Roma Antiga.

Foto: João Mattos 

Definitiva

Sempre me pareceu que e expressão latina é uma excelente forma de se viver e sobreviver no Brasil.

O futebol das arábias

E se um sheik ou até mesmo um emirado comprasse um time brasileiro, mas comprar mesmo, negócio para gerir sozinho sem cartolagem ou ingerência diretiva de quem quer que seja? Tipo o Paris Saint-Germain, que é de um fundo de investimentos ligado ao governo do Catar. Tenho cristalizado opinião que, no Brasil, não daria certo. Começando pelo princípio, já temos um clube de futebol paulista que é de propriedade da Red Bull.

Aqui não

Quando o time entra em campo, e a partida é televisionada, a Rede Globo trata-o como errebê, para não divulgar de graça a marca do energético. Desde criança, aprendi que um negócio é bom quando é bom para os dois. Então, não sei se Red Bull não quis nada com a Globo ou é vice-versa. É uma coisa bem nossa. Fica um cheiro de jequismo no ar.

Ai dos vencidos

Nada de novo no front futebolístico. Ai dos vencidos, já disse Júlio César. O Neymar ainda não foi esquecido. Vi a capa de duas revistas, uma argentina e outra não-identificada. Na publicação dos Hermanos o título é Neymal; na outra, ele aparece sentado no gramado coberto de etiquetas de “frágil”. Mas ninguém pegou o pé do Tite, o que não é normal. Não estou pedindo que peguem, apenas constato.

Zagalo fala

Não sei quem contou a piadinha, mas achei legal. Perguntaram pro Zagalo se o time dele, de 1958, ganharia da Bélgica. O velho Lobo respondeu: “A gente ganharia de 1 a 0″. O jornalista repicou: “Mas só de 1 a 0?”. E o Zagalo: “Tem que ver que o nosso pessoal já tá com quase 80 anos” (Resgatada pelo jornalista Plinio Nunes).

Perguntinha

Eu queria saber dos meus amigos operadores de Direito se o desembargador federal Rogério Favretto não deveria ter se declarado sob suspeição quando entrou o pedido de habeas corpus de Lula. A pergunta tem a ver porque um dos impetrantes, o deputado petista gaúcho Paulo Pimentel, disse para a Folha de S. Paulo que mantém amizade com o magistrado há muitos anos, amizade certamente correspondida. E então?

Itaipu toca ficha

A Itaipu Binacional é uma estatal interessante. Não cuidam apenas da geração de energia, investem em preservação de flora e fauna em toda a sua região e até fora dela. Desenvolveram um carro elétrico e estão muito atentos a energias alternativas.

Boa ideia

Na energia convencional, Itaipu que estimular o surgimento de projetos de geração distribuída na região Oeste do Paraná, tendo como base o uso de fontes renováveis no conceito microgrids, novo no País. A ideia é criar pequenas redes de energia (microgrid), que possam operar e se sustentar de forma isolada, como backup, em situações de falta da rede de distribuição.

Perplexidades

Todo mundo fala “época de vacas magras”. Não interessa se ela é magra, interessa se ela tem leite no ubre, ora bolas. Ou tetas.

UTI de Canoas já respira…

Reinaugurada em janeiro deste ano, a UTI Adulta do Hospital Universitário (HU) já recebeu mais de 450 internações. Desativada desde 2015, por falta de investimentos dos antigos gestores, a ala foi completamente reformada e estruturada para receber pacientes. 

…sem aparelhos

A reforma possibilitou a abertura de um espaço moderno e equipado, com 12 leitos à disposição dos pacientes. Na reabertura da unidade, o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, ressaltou que a UTI do HU pode ser considerada “de primeiro mundo e umas das mais modernas do país”.

Unanimidade

O idealizador da reforma trabalhista, o deputado federal e ex-ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira, é uma unanimidade entre os empresários. Recentemente, ele foi homenageado em São Paulo pela União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS), formada por oito das maiores instituições brasileiras representativas da área. Elas são responsáveis por 15% do PIB brasileiro, 65% das operações de crédito e débito no país, e pela geração de 22 milhões de empregos diretos.

Prestígio

A edição das Jornadas em Porto Alegre ocorre em 13 de julho, próxima sexta-feira, no hotel Sheraton, no exato dia em que a lei da reforma completa um ano de assinatura. A reunião-almoço já tem as presenças confirmadas do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Ronaldo Fonseca, do prefeito de Porto alegre, Nelson Marchezan, do ministro do TST Aloysio Corrêa da Veiga, e dos presidentes Luiz Carlos Bohn, da Fecomércio, Gedeão Pereira, da Farsul, Gilberto Petry, da Fiergs, Antônio Cesa Longo, da AGAS, Luiz Gonzaga Motta, do Banrisul/ASBANCOS, e de Renê Ferreira de Oliveira, da ADCE Porto Alegre.

Quebrando paradigmas

Jornadas Canoas 10.07 (1)Ontem (terça, 10), foi a vez de Canoas receber as Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho. O idealizador da modernização trabalhista, o deputado federal Ronaldo Nogueira, abriu o ciclo de palestras, relembrando a conjuntura do país antes da assinatura da Lei 13.467/2017. “No dia 22 de dezembro de 2016, todas as centrais sindicais estavam no Palácio do Planalto para celebrar um consenso. E eu notei que nós precisávamos avançar e quebrar paradigmas”, contou Nogueira.

Atualização necessária

De acordo com o desembargador do TRT-RN Bento Herculano Duarte Neto, há mais de 30 anos já se falava em flexibilização do trabalho. O desembargador lembrou ainda que governos anteriores promoveram mudanças, mas nenhum realizou algo da magnitude da reforma trabalhista liderada por Ronaldo Nogueira. “A nova lei faz uma espécie de atualização do que existia”, completou Duarte Neto.

Evento lotado

Cerca de 150 pessoas, entre líderes empresariais e da comunidade em geral, participaram das Jornadas em Canoas. O prefeito do município, Luiz Carlos Busato, também prestigiou o evento. A próxima edição das Jornadas acontece hoje (quarta, 11), na cidade de Pelotas, às 12h, no M. Tower, na Rua Félix da Cunha, 213. Mais informações no site www.ibecnet.com.br.

Jornal do Comércio

Leia e assine o JC clicando aqui.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »