Condenado ao fumo

31 jan • Caso do Dia1 comentário em Condenado ao fumo

fumo fumante em fundo preto

 A revista Exame publicou uma pesquisa que me deixou muito mal. O estudo mostra que trabalhar mais de 39 horas por semana faz muito mal, tanto mal quanto fumar. Cáspite! Tô ferrado do primeiro ao quinto invertido, como na aposta do jogo do bicho. Logo eu, que deixei de fumar há muitos anos. Vejamos: somando apenas a jornada diurna até as 21h, sem contar com o serviço que se leva para casa, às vezes, varando a madrugada, são dez horas diárias incluindo domingos e feriados. Não tem moleza no lugar de onde vim.

 Isso significa 60 horas semanais, caramba. E já foi muito mais no tempo em que trabalhava na Rádio Band AM, no Jornal Gente, porque acordava às 5h da manhã para ler os jornais e pegar no batente às 7h30min, durante 15 anos. Considerando que, raras vezes, nos meus diversos empregos, desde que comecei no jornalismo, labutei menos de oito horas por dia, é uma vida inteira fumando trabalho.

 Agora considerem esta questão. Se um dia vier a morrer, como dizia o dono da Globo, doutor Roberto Marinho, só me falta que parentes e amigos digam que eu morri por fumar demais.

Artigos Relacionados

One Response to Condenado ao fumo

  1. Mateus disse:

    muito bom pensamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »