Como aprendi a andar de bicicleta

20 fev • A Vida como ela foiNenhum comentário em Como aprendi a andar de bicicleta

FB_IMG_1582156991056

Eu e muita gente aprendeu a andar de bicicleta tripulando o bicho desta forma. No meu caso, final dos anos 1940, com 6 anos não alcançava os pedais sentado no selim. O jeito era dar uma de caranguejo, As bikes das mulheres não tinham a barra central para evitar que, ao subir e descer, mostrassem as pernas. Para impedir que as saias longas entrassem pelos aros, havia uma rede fina nas rodas. Mas, como na minha pequena São Vendelino, as bicicletas para mulheres eram poucas, o jeito era improvisar como o menino da foto.

No início dava uma trabalheira danada manter o equilíbrio. Quando se pegava a manha, era fácil. Em linha reta, a bike ficava com uma inclinação de 15 graus; nas curvas, tinha que ser braço (e perna) para manter a trajetória. Colocava-se o corpo como pilotos de moto de corrida, mas a dificuldade mesmo era quando se fazia a curva à esquerda. Várias vezes, arrastava a bunda no chão e lá se iam os fundilhos.

Confesso que levei muito tombo, especialmente quando queria me gabar para minhas primas de Porto Alegre, quando pintavam lá nas férias. Também enveredei mato de amaricá adentro. Todo lanhado, mas orgulhoso do meu feito. Mas a emoção maior foi quando consegui tripular a bicicleta enorme do meu irmão Paulo pela primeira vez. Rapaz, que momento. A vida era boa e o mundo era justo.

Foi bom enquanto durou.

Foto da Página Amo Roça, da por Luiz Fernandes no Grupo do Face “Montenegro de Ontem” 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »