Azar do pobre  

1 mar • NotasNenhum comentário em Azar do pobre  

A internet é muito útil para quem tem um sólido estoque cultural. Você pode acessar toda a Enciclopédia Britânica ou outra qualquer de ponta pelo Google e selecionar um trecho da Física Quântica, por exemplo, para colorir um trabalho para a escola ou faculdade. Mas vai continuar sendo um burro total nesta matéria. Em resumo, um mero papagaio. Saiu a cola, entrou o control C control V. Seu estoque de conhecimento continua igual. Por conseguinte, o fosso entre a elite e o povão vai ser cada vez maior.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »