Balde de nitrogênio

1 jun • A Vida como ela foiNenhum comentário em Balde de nitrogênio

Nāo se sabe a quantas anda a permissāo para que casais usem métodos químicos ou físicos para evitar filhos. O mundo está explodindo de gente.

Da última vez que vi, há alguns anos, foi quando o papa Francisco deitou falação sobre os pais que desejam ter apenas um filho, a cultura do “conforto” e do “provisório”, segundo ele, citando os que levam em conta os custos da criação para viajar ou comprar casa.

– Quantos casais se casam e pensam em seu coração, sem ousar dizer: enquanto houver amor e, então, veremos depois – observou Francisco durante uma missa matinal.

Com todo respeito, nós sabemos perfeitamente o que vem depois. Depois a grana e a educação ficam mais curtas. Os mais pobres, que despejam filhos como coelhos que o digam.

Às vezes, eu penso que os que pensam assim chegaram de outro mundo, sem trocadilho ou insinuações. Fossem pais terrestres saberiam muito bem onde aperta o calo. Ainda mais em tempos de covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »