Até que um dia!

12 abr • Caso do Dia, Notas1 comentário em Até que um dia!

fernando albrecht fala sobre a medida de bolsonaro que derruba o termo vossa excelência

Achei uma maravilha o decreto assinado por Jair Bolsonaro proibindo que funcionários públicos graduados sejam tratados por “Vossa Excelência” ou “Doutor”. Finalmente alguém mexeu nessa exacerbação de tratamento. O Brasil deve ser o único país do mundo – em toda a trajetória da humanidade – a ter tantas excelências e doutores. Em São Paulo, sabemos, todos, tem mais doutor que habitante. Mas até aí tudo bem, é doutor particular, eles que se entendam.

Foto: Freepik

Barraco solene

Sua Excelência é um despautério. Infelizmente, o decreto do capitão não tem poder para eliminar a expressão na assim chamada classe política. Diálogos entre duas excelências em plenário são de fazer o Monty Python se dobrar de rir.

– Vossa Excelência é uma anta!

– Anta é a mãe de Vossa Excelência!

Já vi briga de excelências no plenário da Assembleia Legislativa gaúcha que acabaram em briga de rua. A transformação é imediata e notável.

– Agora tu repete o que falou lá dentro, repete se és homem!

Podem ver que a concordância desapareceu.

– Repito e me garanto: tua mãe é uma anta que não tem ideia do paiaço que gerou!

– Ah não, agora foi demais! Vem cá que foi chutar tua bunda e se a mami estiver perto chuto a dela também!

Nunca aconteceu. Para evitar isso que os Legislativos criaram os seguranças. Não para apartar briga, mas para dar uma desculpa para suas excelências não partirem para o desforço físico.

Macro…

Não dá para dizer que Bolsonaro não tem feito avanços notáveis na área macro. Independência do Banco Central era um dogma durante anos e anos. A questão é o varejo e a boca.

…e micro

Na prefeitura de Porto Alegre acontece algo parecido. Nelson Marchezan Jr. tem feito avanços notáveis em projetos grandiosos, mas no varejo vem se estrepando. Tipo buraco e rua, essas coisas que fazem alguém perder eleição.

Só dói quando rio

A esquerda brasileira é engraçada. Citei em nota publicada ontem na PG3 do Jornal do Comércio a palestra que o filósofo Olavo de Carvalho fez no Fórum da Liberdade sobre o Positivismo no Brasil. Aduzi que especialmente no Rio Grande do Sul a doutrina de Augusto Comte atraiu políticos republicanos como o governador Borges de Medeiros e Júlio de Castilhos.

Filósofo?

Alguém pegou meu texto e postou no Face e outro alguém de esquerda postou a expressão “filósofo?”. Pois é, é mais uma dessas primazias da esquerda brasileira. Para ela, não existem filósofos de direita nem revolucionários de direita. Ambos são exclusivos dos rebentos de Karl Marx e outros filósofos marxistas.

Marcas registradas

Cientistas políticos de direita (ou até mesmo de centro) são ficção, não existem. Aliás, nem mesmo revoluções de direita existem. Revolução é marca registrada da esquerda. Foi patenteada por Fidel Castro. Eu conheço e até me dou com muita gente da esquerda, mas a ala que dá para conversar e não vem com quatro pedras na mão. Era no tempo em que se discutia ferozmente de dia e se tomava chope juntos de noite.

Parece que estou vendo alguém dizer “então não eram de esquerda”.

A Teoria da Unha Encravada

O marxismo é a única doutrina política que tem explicação para tudo. Até para unha encravada. Nos meus tempos trostquistas na Faculdade de Jornalismo, éramos obrigados a ouvir intermináveis e enfadonhas fórmulas de salvação do mundo sob a ótica marxista. Faziam-me lembrar das meias tamanho único.

Posse na Farsul

Tomam posse hoje às 20h a diretoria da Farsul, a diretoria executiva e dos conselhos Fiscal e Administrativo do Senar-RS gestão 2019/2021, Gedeão Silveira Pereira e Eduardo Condorelli como Superintendente do Senar-RS, respectivamente.

Parceria

A Banrisul Cartões assinou contrato com a empresa Alelo, uma das maiores emissoras de cartões benefício do País. A parceria irá possibilitar que, em breve, as máquinas da rede de adquirência Vero aceitem os cartões Alelo, ampliando o portfólio de bandeiras que os estabelecimentos comerciais podem oferecer aos seus clientes.

Crianças

Não esqueça: na sua declaração de Imposto de Renda destine 3% para o Funcriança. A declaração está mais fácil este ano para quem quiser ajudar o futuro do Brasil.

One Response to Até que um dia!

  1. Francisco Flores disse:

    Parabéns pelo texto gostei muito. Até que um dia vamos começar a mudar esse país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »