Astúcia mineira

25 nov • NotasNenhum comentário em Astúcia mineira

Ninguém melhor do que político mineiro para ensinar como deixar família de defunto consolada. Quando ele não consegue ir no velório/enterro, não deve ir na missa de 7º dia. Comparece na de 30º dia, quando são alguns gatos pingados que dão o ar da sua graça. O visitante fica mais visível e os familiares dizem “esse sim era amigo, até na missa de 30º ele veio.”

De onde se conclui que não tem mocinho neste mundo de Deus. Só existem três espécies: os bandidos, os otários e os ingênuos.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »