A marvada

14 set • A Vida como ela foiNenhum comentário em A marvada

Me pediram para beber pouco
Então um dia fiz um teste
Garçom, traga-me cinco pingas, aí bebi
Dez minutos depois pedi
Garçom, traga-me quatro pingas, aí bebi
Dez minutos depois disse
Gauçom, traizi três pingas bribri
Aí cheguei à uma concrusão
Quanto menos eu bebo mais bebu eu fico

Os versos acima são de autor desconhecido, versos de pé-quebrado como tantos outras que enaltecem a canha em prosa, verso e em música – ouça por exemplo a música Marvada Pinga, de domínio popular:

No final do século XIX, pinga era chamada de canguara na Fronteira Oeste e vizinhanças. O destilado tem até seu dia nacional, comemorado ontem. Cachaça mudou. Antes era bebida de pobre, cachaceiro era um palavrão. Hoje, algumas marcas têm preço inacessível. Ou seja, virou bebida de rico.

Vamos à ilustração: um sujeito entra no bolicho, encosta no balcão e pede dois martelinhos de canha. O bolicheiro estranha, porque ele está sozinho, mas serve dois martelos, um copo intermediário entre um liso e um copinho de aperitivo normal.  Ele bebe um rápido e quando começa a entornar o segundo pede mais um. O dono do boteco pergunta se ele sempre bebe assim.

– Bebo assim desde um acidente terrível que sofri.

– Mas deve ter sido terrível mesmo para lhe deixar com essa sede.

O forasteiro pede mais um e empina o restante. Enxuga a boca com as costas da mão. O sujeito empalidece.

– Nem me fale! Certa vez, derrubei um copo!

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »