As molas que voam

24 ago • Caso do DiaNenhum comentário em As molas que voam

School supplies with blank writing book

A China pode ser a segunda maior potência econômica do mundo, mas não sabe fazer molas de esferográfica. E vou mais longe: nem a presilha em que se prende as canetas. A mola faz toooing! E pula fora antes mesmo da caneta amaciar o motor. E a presilha de plástico – mas que imita metal – quebra com pouco uso.

É sempre assim nas economias comunistas, até fazem bons produtos, mas o que estraga é a rebimboca da parafuseta. A finada União Soviética que o diga, do além. Chegava ao cúmulo das diversas fábricas dos excelentes caças Mig não terem peças intercambiáveis entre si, mesmo estando relativamente perto uma da outra.

O que eles têm contra o detalhe?

Foto: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »