As más companhias

8 jun • A Vida como ela foiNenhum comentário em As más companhias

homem fumando maconha sem companhias

Acho que já confessei que fumei maconha apenas uma vez na vida, o que deve horrorizar a gurizada de hoje. Mas como pode o coroa só ter encarado uma vez um baseado? Que cabeça mais torta, devem dizer. Não sem antes comentar com os amigos envoltos em fumaça “mas onde é que vamos parar desse jeito?”. De fato, imagino que não devo ser um bom exemplo para a juventude de hoje. Onde já se viu.

Se algum mano ou mana me questionar sobre minha triste juventude, sempre posso dizer que tive maus amigos, as tais más companhias. Minha mãe  me alertava sobre eles, mal sabia ela que a má companhia era eu. Imagina, só dar um tapa uma vez na vida.

Foi no final de um baile em alguma cidade do Vale dos Sinos, não tenho certeza qual. Bailes eram o must naquela época. Bem, na saída entramos – éramos quatro – no Simca Chambord do riquinho da turma, e o baseado passou de boca em boca. Eu fui o último, o que já era uma prova de fraqueza. Todos fizeram aquele ruído característico de trancar a respiração e depois exalar a fuma restante, então me vi obrigado a fazer o mesmo.

Só que não senti absolutamente nada. Os outros juravam que sim, mas eu não. Depois de muita discussão, chegamos à conclusão que a parte da erva que eu inalei era bosta de vaca seca, então, não deu barato.

Até nisso sou torto. Imagina, uma vez na vida e quando dou uns tapas é em bosta de vaca.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »