As flores da professora

3 mai • Caso do DiaNenhum comentário em As flores da professora

 Vi um documentário sobre o Camboja e a volta por cima que está dando, depois de décadas de terrorismo e chacina do Khmer Vermelho. Aliás, vocês já repararam que a maioria dos povos asiáticos que sofreram o diabo, não faz muito, estão sacudindo a poeira e dando a volta por cima? Pois é, o Camboja é um deles. E a relação aluno-mestre está por trás destes povos. O Camboja não é exceção.

 Em uma cena, um grupo de meninas entre oito e 13 anos aprende uma dança milenar que exige muito treino, muita força de vontade e afinco. Antes de começar mais uma aula prática, observa-se que elas entregam flores à professora e se ajoelham em posição de respeito. Uma das alunas volta-se para a câmara e explica que as rosas e velas ritualísticas simbolizam o quanto eles respeitam a mestra e como ela está sendo importante na formação delas.

 São coisas assim de lá que me comovem e, ao mesmo tempo, me entristecem quando lembro da relação aluno-professor cá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »