As águas do moinho

27 ago • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em As águas do moinho

João Dória (PSDB) tornou-se inelegível por improbidade administrativa quando era prefeito de Sumpaulo. Cabe recurso. Ciro Gomes diz que o PT engana o povo com a história de Lula ser candidato sabendo que não será, mas evita atacá-lo diretamente.

O poste do cara

Fernando Haddad (PT) já deveria ter bem mais intenções de voto a julgar pelas pesquisas, porque parte considerável do eleitorado sabe que será ele o poste do cara. Jair Bolsonaro é mais direto, diz que Lula e o PT cometem uma fraude.

Biruta ao vento

Na pesquisa da XP, divulgada semana passado, uma das perguntas foi dirigida para eleitores de Lula: Se Lula não concorrer, em quem você votará? Vinte e quatro por cento disseram que, neste caso, votariam em Jair Bolsonaro.

Onde andarão?

Poucos, bem poucos analistas, conseguem tirar leite de pedra e dizer com antecedência qual o rumo que tomarão as viúvas de Lula quando chegar a hora do sufrágio. O problema é achá-las.

Momento pândego

Uma cidade é dividida em seis zonas: norte, sul, leste, oeste, a rural e a do meretrício. (Auber Lopes de Almeida).

Gregório de Matos, o definitivo:

O amor é finalmente

Um embaraço de pernas,

Uma união de barrigas,

Um breve tremor de artérias

Uma confusão de bocas,

Uma batalha de veias,

Um reboliço de ancas,

Quem diz outra coisa é besta.

Financiamento a municípios

O BRDE assinou contrato com a Caixa Econômica Federal obtendo recursos provenientes do FGTS no valor de R$ 360 milhões que destinará ao financiamento de municípios da Região Sul. No ato de assinatura, o presidente do BRDE, Orlando Pessuti, informou ao presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, que o Banco já recebeu das prefeituras projetos que somam R$ 600 milhões, especialmente nos programas pró-transporte e saneamento.

Mecenato políticos

O apresentador Luciano Huck, que esteve perto de se filiar ao PPS para tentar a Presidência da República, doou mais de R$ 250 mil a candidatos do partido que vão disputar eleições para a Câmara dos Deputados e Assembleias Legislativas. O irônico é que o PPS, na origem, foi fundado por egressos do Partidão. Na esquerda brasileira, burguês é freguês.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »