Alegria de cinegrafista

6 jul • A Vida como ela foiNenhum comentário em Alegria de cinegrafista

 Quando a televisão era para poucos, com imagens em P&B e resolução pavorosa, reinavam os cinejornais, que eram exibidos nos cinemas antes dos filmes. Havia um internacional ótimo, o Atualidades Francesas, os nacionais Canal 100 e os locais, Leopoldis Som e DG Filmes, entre eles. Assuntos poucos, inaugurações, elogios ao governante de plantão, filmes curtos de corridas de automóveis e um que outro jogo de futebol.

 Não raro, faltava assunto para fechar os 8 ou 10 minutos de duração do cinejornal. Assim como hoje é o pôr do sol de Porto Alegre o tapa algum buraco nos jornais, nos anos 1950 e 60, o fecha era o Zoológico. Invariavelmente a chamada era “Um domingo do Zoo”.

 E lá vinham imagens da criançada de olhos arregalados ao ver um felino de grande porte comendo pipoca e imagens da bicharada. Um dos mais filmados era o hipopótamo, e eu sempre me perguntava o motivo. A revelação veio aos poucos.

 Animais agressivos e antissociais, marcam território jogando volumes inacreditáveis de bosta na água. O detalhe é que, para ampliar o seu espaço vital, usam seu rabo como hélice de avião, jogando bosta bem longe pela lateral. Sempre havia alguém que, desconhecendo este fato, se postava na lateral do hipo, quase rente à sua traseira. O matéria é lançado para além da cerca do seu habitat.

 Era por isso que os cinegrafistas gostavam de filmar hipopótamo. Só para registrar em filme como todo o deslumbramento pela natureza selvagem se dissolvia como gelo no Saara após levar um banho de bosta.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »