A visita

12 dez • A Vida como ela foiNenhum comentário em A visita

 Da série CG (curto e grosso): amigo meu, empresário já falecido, tinha uma cara de bonachão e era praticamente incapaz de dizer não. Provavelmente foi a causa da sua ruína financeira. Poucos anos antes de morrer, estava conversando com ele no seu escritório quando assoma à porta um conhecido comum:

 – Posso ter um particular contigo?

 Eu já ia me levantando para sair da sala quando ele me fez parar. E com voz grave assim respondeu ao visitante.

 – Não precisa. Se é para me contar que sou corno perdeu a viagem porque isso eu já sei. E se veio me pedir dinheiro pode dar meia volta e se manda!

 O sujeito ficou no umbral da porta por alguns segundos, depois de meia volta e foi embora sem dizer palavra. Nunca saberei em qual dos dois casos o assunto se enquadrava.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »