A redenção pelo moranguinho

17 jul • Caso do DiaNenhum comentário em A redenção pelo moranguinho

Governador José Ivo Sartori escolhe o moranguinho

 Isso sim é ressocialização: das estufas da Colônia Penal Agrícola de Charqueadas devem sair até quatro toneladas de morangos sem conservantes. Quem cuida dos morangos são cerca de 30 presos assistidos por técnicos da Emater e sem custo para o Estado. Na sexta-feira, o governador José Ivo Sartori visitou os resultados do projeto Estufa I, criado ano passado pela Ouvidoria da Secretaria do Desenvolvimento e se disse “muito feliz”.

Referia-se à juíza Valéria Wilhelm, da Vara de Execuções Criminais responsável pela fiscalização do presídio. “Desde que o trabalho começou, as tentativas de fuga caíram pela metade, disse a magistrada. E dos que passaram pelo projeto, nenhum voltou a cometer crimes”. Feliz em dobro, Sartori pediu o maior moranguinho que viu.

 Gringo é fogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »