A ponte e o sambinha

14 nov • A Vida como ela foiNenhum comentário em A ponte e o sambinha

A Ponte Rio-Niterói não foi obra exigida pelos fluminenses nos anos 1960 e efetivada durante os anos 1970. Quem primeiro falou que a ligação deveria ser feita foi o poeta Casemiro de Abreu (1839-1860), que morreu aos 21 anos. O jornalista gaúcho Antônio Goulart lembrou do caso no seu livro Anotações De Um Leitor Curioso (Movimento). Esse foi o escrito do poeta:

– É preciso acabar com essa história de barcos entre Rio e Niterói. Niterói precisa urgentemente de uma ponte.

Outra boa história do livro é sobre o talentoso cronista Rubem Braga.

– Veja como são as coisas. O Vinicius (de Moraes) fez um sambinha, toca mil vezes no rádio e as pessoas gostam cada vez mais. Eu não posso publicar a mesma crônica duas vezes que sou logo chamado de preguiçoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »