A luz de Balzac

23 set • A Vida como ela foiNenhum comentário em A luz de Balzac

Sabem a expressão popular “melhor ouvir isso do que ser surdo”? Contam que o escritor colombiano Gabriel Garcia Marques estava a escrever um dos seus tantos admiráveis livros quando faltou energia na cidade, o que o chateou muito. Quando a luz voltou, ele ligou para o alcaide queixando-se que, sem luz, ele não podia escrever.

– O Balzac escrevia melhor que você naquele tempo e nem tinha luz elétrica – ironizou o prefeito.

 O jeito foi levar na esportiva. Em casos assim recomenda-se prudência, porque sempre se corre o risco de aparecer um gatilho mais rápido. Caso de uma velhinha que foi pagar a conta vencida de água nos Altos do Mercado Público de Porto Alegre. Quando chegou sua vez, ela reclamou como podia o DMAE cobrar por algo que Deus dava de graça. O atendente atirou de volta.

– Até dá, mas não em torneira, minha senhora.

Também teve o caso de um grande empresário do ramo de utensílios de cozinha que comprou uma cara caminhonete importada, dessas cheias de mimimi. Quando chegou em casa, ligou para o vendedor reclamando que o veículo fora entregue só com metade de gasolina no tanque. O sujeito nem piscou.

– Olha, eu também acabei de comprar um kit completo de churrasco da sua empresa e não veio picanha de brinde.

Como disse aí em cima, melhor ouvir isso que ser surdo.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »