A destruição do pulmão

26 set • NotasNenhum comentário em A destruição do pulmão

Fernando Albrecht fala sobre a sua preocupação com a falta de cuidado com o pulmão do mundo, a Amazônia

Se tem uma coisa que me deixa triste há décadas é a destruição da Amazônia. Todo mundo lamenta, os governos se sucedem e são de uma inoperância atroz – quando não coniventes – para dar um bom e sonoro “basta!” nessa destruição. Teria os aplausos do mundo, Mas, como já dizia o Barão de Itararé, de onde se menos espera dali mesmo que não sai nada.

É mais que um pulmão, regula chuvas, temperaturas, mas para ficar nesta figura, é como se nós assistíssemos passivamente a destruição do nosso. A capacidade respiratória já diminuiu barbaridade e segue avante e para o fundo. Quando o nosso chegar a 20% ou menos de capacidade pulmonar será o fim. Como a Amazônia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »