A cobra

29 ago • A Vida como ela foiNenhum comentário em A cobra

Já tem alguns anos, um candidato a governador gaúcho trouxe uma equipe de marqueteiros do Nordeste para fazer sua campanha. A turma veio, conversou com o candidato e com um assessor de imprensa. Durante um brain storming, um dos alienígenas falou que seria bom ligar o candidato às tradições gauchescas. E pediu uma foto do tal de “boi tatá”.

O assessor teve que explicar que “boi tatá” não um “boi”, mas era “M’BOI” (a cobra, no linguajar charrua) e que era uma lenda e, como tal, não tinha fotos. Foi difícil fazer o marqueteiro entender que a lenda se originava do chamado fogo fátuo, metano gerado por material em decomposição que se inflama em determinadas condições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »