O dom do enroleichon

21 out • Caso do DiaNenhum comentário em O dom do enroleichon

Declaro aqui minha admiração por quem tem a sublime capacidade de conseguir enrolar todos, e por todo o tempo, quando se precisa de uma simples resposta de sim ou não. Isso é dom divino, não se aprende na faculdade. Os PhD em Enroleichon, são capazes de falar, e falar e falar sem dizer nada.

Há tempos, ouvi um meteorologista falar 15 minutos, em programa de rádio, sem dar nenhuma resposta de sim ou não à pergunta se iria chover no Litoral no final de semana. Incrível! Leonel Brizola perto dele era telegráfico. Acho até que ele poderia ser um ótimo economista para prever o comportamento da economia no ano. Aliás, em meados dos anos 1990, eles inventaram a dúvida tríplice. Quando vinha a pergunta sobre o PIB do ano que se iniciava, ou BIPE, como dizia um deputado gaúcho, afirmavam que tinha três cenários possíveis: piora, fica igual ou melhora.

A primeira vez que ouvi isso de um economista foi em um almoço de final de ano de entidade empresarial, na virada de 1999 para 2000. Tema: o que nos esperava no novo milênio. Cheguei atrasado, já estavam servindo o prato principal, filé com frescurinhas. Bem na hora em que peguei o garfo e faca, o palestrante disse que ele seria pior, igual ou melhor. Ganhou US$ 10 mil pela clarividência, Levantei e fui embora. Se eu que digo isso, reabrem a Ilha do Presídio e me atiram numa cela.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »