A cantora do Cafundó

11 jan • A Vida como ela foiNenhum comentário em A cantora do Cafundó

Já saíram vários causos sobre personagens de Montenegro neste site, alguns envolvendo um cabra conhecido como Cabeleira, que fazia biscates entre um porre e outro, nos anos 1960. Um montenegrino de alcunha Cafundó, que coleciona histórias de montenegrinos, tem uma boa poupança delas. Uma lenda conta que um médico que, penalizado com seu alcoolismo, levou o Cabeleira com seu carro, um Chevrolet 1951, para o Hospital Espírita em Porto Alegre. Cabeleira era tão bom de trova que não só evitou ser internado como quase fez com que o médico baixasse ao hospital por alcoolismo.

Mas o causo aqui é outro. Um conterrâneo de Cafundó, cujo nome não vem ao caso, sofreu um acidente que causou amnésia temporária. Vai daí que um amigo chamado Alcione encontrou-o convalescente na rua.

– E aí, como estás te sentindo, melhoraste?

O outro fez que sim com a cabeça.

– Que bom saber disso! E me diz uma coisa, sabes quem sou eu?

Mais uma vez ele balançou positivamente, com um acréscimo.

– Sim. Tens o mesmo nome de uma cantora…

Maravilha, pensou o Alcione, agora vai.

–  Então tenta lembrar meu nome. Vai!

Por um bom tempo ele ficou quieto, as engrenagens se movendo à procura do nome do amigão. De repente, seu rosto se iluminou.

– Sei, agora sei! É Gretchen!

Como Alcione contou mais tarde, é melhor ouvir isso do que ser surdo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »