O perigo que vem de baixo

24 nov • Caso do DiaNenhum comentário em O perigo que vem de baixo

 Há um estudo ainda não divulgado sobre os lençóis freáticos de Porto Alegre, que estariam contaminados por fármacos, entre outras substâncias químicas e metais pesados. Outro problema que bate no teto do nosso porão é a presença de hormônios femininos nas águas do Guaíba, devido à urina das mulheres que usam anticoncepcionais.

 Não sei se o nível de hormônio é perigoso ou não, o que sei é que o primeiro alerta veio nos anos 1970, quando os ingleses começara a despoluir o Rio Tâmisa e descobriram grande quantidade de reversão de sexo dos peixes. Com a reversão, as fêmeas ganham mais peso do que os machos. A cadeira de Piscicultura da Faculdade de Veterinária da UFRGS tem ou tinha dados sobre o assunto.

 Quanto aos medicamentos, é no que dá despejar remédios no vaso e dar descarga ou jogá-los no lixo, que a chuva se encarrega de infiltrar no solo. Isso sim merecia uma senhora campanha de esclarecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »