Os causos do Motta

20 nov • A Vida como ela foiNenhum comentário em Os causos do Motta

 Um dos melhores e mais divertidos contadores de histórias que conheço do passado e do presente e quiçá do futuro é o jornalista Paulo Motta. Ele construiu um personagem impagável, o tio Demenciano. Fiquei com inveja do Paulo. Este é um dos causos que vai para seu próximo livro. Quando sair do prelo aviso a cristandade. Virão Três Reis Magros para saudar a boa nova. O A Vida de hoje fica com ele.

 Certa feita, Demêncio Ventana, meu tio em pó – foi torrado e cremado – estava no bolicho do Olinto, na beira dos trilhos, em Conde Porto Alegre, distrito de São Borja, golpeando um trago de canha num anoitecer gelado de junho, contando e ouvindo causos de assombração com o Olinto e compadre Corvinho, já falecido também. Lá pelas tantas lhe roncou nas tripas, montou no zaino velho e se foram pras casas, seguidos pelo guaipeca.

 Já noite fechada, quando chegou na primeira porteira, o gaudério ouviu do cachorro:

 – Mas que tal esse frio, hein, Demêncio?

 Assustado, deu patas ao cavalo até a próxima porteira, uns duzentos metros dali, quando o cavalo virou o pescoço e disse:

 – Mas que cagaço esse cachorro fiadaputa nos deu, Demêncio velho!

 Conseguiu chegar borrado no rancho do compadre Juca Perez – légua e meia das casas – e apeou pra limpar as bombachas. Compadre Juca Perez dormia, borracho, num catre no galpão. Tio Demêncio se lavou, botou as bombachas cagadas no Juca Perez, vestiu as bombachas limpas dele e se foi, se foi, se foi.

 Na tardinha do outro dia, voltou pra dar explicação pro compadre Juca, mas só encontrou comadre Arminda, mateando, solita, na frente do rancho.    

 – Buenas, comadre, e o Juca?

 – Mas o senhor não sabe? O Juca está no hospital de doente da cabeça, lá na cidade.

 – Mas o que se passou com o vivente?

 – O homem velho acordou de uma borracheira, madrugada passada, com as bombachas cagadas e as cuecas limpas e enlouqueceu, criatura de Deus!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »