Atraso voluntário

3 nov • Caso do DiaNenhum comentário em Atraso voluntário

 Como dizia seu Pacheco lá do Alegrete, já não divulgo mais nada. Um dos argumentos que o CPERS esgrima para justificar a manutenção da greve dos professores, que está procrastinando o ano letivo de milhares de alunos, e que é protesto contra a renegociação da dívida do Estado com a União. Ou seja, no fundo é querer que o Estado siga sem fôlego financeiro, o que, entre outras tragédias, implica no atraso no pagamento do funcionalismo.

 Nunca vi disso, alguém querer receber salário com atraso.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »